quarta-feira, 5 de maio de 2010

A primeira visita da minha mãe



Logo que nasci, meu pai acompanhou a ambulância até a UTI Neonatal. E lá me viu bem de pertinho, muito pequena, cheia de aparelhos e fios conectados. Tentou contar pra minha mãe o que viu. Mas não conseguiu expressar em palavras. Levou fotos e filmagens para ela no hospital, mas mesmo vendo era difícil acreditar. Ela só teve alta três dias depois do meu nascimento, porque insistiu muitoooo para me ver, apesar da sua pressão ainda estar muito alta. Prometeu a Dra. Consuelo que iria se comportar bem, mas que queria muito me ver. E foi a primeira vez que nos vimos. Ela chorou muito, de muita emoção e medo. Eu era muito pequena e frágil, estava dentro de uma caixinha de vidro toda enfumaçada, com um luz forte sobre mim, meus olhos tapados para proteger da luz, minha pele era brilhosa. Tudo em volta de mim apitava o que deixava minha mãe ainda mais assustada. Mas ela sabia que Deus me queria muito.


video

Um comentário:

  1. Nossa é tão difícil esse início, né?
    As vezes achei que não iria suportar, mas Deus foi muito fiel.
    Acho super importante você fazer o relato de tudo, pois algumas lembranças somem com o tempo.
    Estarei por aqui acompanhando sua história.
    Adorei sua visita em meu blog. Volte sempre!

    ResponderExcluir